(48) 3222-2580

O Instituto Carl Hoepcke recomenda – evento: BLACK BRECHT: E SE BRECHT FOSSE NEGRO?

O Instituto Carl Hoepcke em apoio ao Goethe Institut – SP recomenda o evento BLACK BRECHT: E SE BRECHT FOSSE NEGRO?

Sexta-feira, dia  27.11.2020 – Das 19h às 20h30

BLACK BRECHT: E SE BRECHT FOSSE NEGRO?

Nesta edição virtual, o Passaporte recebe a dramaturga Dione Carlos e a atriz e poeta Luz Ribeiro para conversar sobre o espetáculo teatral “Black Brecht – E se Brecht fosse negro?” (2019), livremente inspirado em “O Julgamento de Luculus”, de Bertolt Brecht. A peça, que agora foi editada em livro, escrita por Dione Carlos, dirigida por Eugênio Lima e encenada pelo coletivo Legítima Defesa, levou para o palco reflexões sobre classe, raça, gênero e o legado colonial, lançando o questionamento sobre o poeta alemão – “E se Brecht fosse negro?” – e tantas perguntas que se desdobram a partir dele: “Qual seria o lugar ocupado pela raça? Sua obra seria lida em uma perspectiva interseccional? Seria possível construir um espetáculo sobre uma perspectiva afrobrasileira diaspórica da obra e dos procedimentos de Brecht?”.
Evento  ao vivo no facebook  https://www.facebook.com/events/1542839682570059

 

 

FALE CONOSCO

Nome
E-mail
Mensagem

LOCALIZAÇÃO